De onde me virá o socorro?

O salmista logo chega a conclusão de que todas as esperanças que nutrimos sem Deus são fúteis e ilusórias. Ele sabe que o seu socorro não está na companhia dos homens com quem viajava; nas armas que carregavam; na experiência de conhecer o caminho; no planejamento da viagem nem no dinheiro em suas bolsas. Ele sabe que o socorro dele está exclusivamente no Senhor que fez o céus e a terra. Se Deus não o socorrer, de nada adiantará o dinheiro, a experiência, o planejamento, as armas e a multidão com ele. Se nossa ajuda não vier do alto, ela não virá de nenhum outro lugar.

E por quê? A resposta do salmista é simples: porque Deus é o criador do céu e da terra. Ele sustenta o mundo em suas mãos e o governa como bem lhe agrada. Ele possui poder infinito e domina sobre os homens, os animais e as circunstâncias. As dificuldades e perigos acontecem no mundo do qual Deus é o Senhor. Por isso, o salmista se lembra que seu socorro está no Senhor que fez, sustenta e governa todas as coisas: os céus, a terra, o mar; que criou os ursos e leões; que fez os vales e as montanhas e que criou a raça humana. Então, nenhuma criatura ou circunstância nos atingirá sem a permissão de Deus e Ele usará todas elas para nos guardar.

Uma semana abençoada!

180109 Salmo 121.jpg

Anúncios