Contribuindo com o Reino

Jônatas da Cunha Ferreira

140608_contribuir 590

Contribuir com a obra de Deus é uma verdade clara em toda Bíblia. Entretanto, existem dois extremos totalmente fora das Escrituras: o dos que gananciosamente mercadejam a fé para obter vantagens pessoais e dos avarentos que amam mais o dinheiro que a Deus e fecham o coração e o bolso para a graça da generosidade. A Escritura nos ensina a investir no Reino de Deus. A contribuição pessoal, voluntária, generosa, sistemática e alegre está presente tanto no Antigo como no Novo Testamento. E Davi nos oferece em seu exemplo alguns princípios sobre o investimento no Reino de Deus quando se preparava para a construção do templo de Jerusalém (1Crônicas 29.1-22).

Naquele momento, ele estava diante de um desafio: a obra era extensa porque não era para honra de homens, e sim para a glória de Deus (v.1). Ao mesmo tempo, Davi sabia que ele e sua família eram alvos dessa obra por ter sido, dentre todas as famílias da terra, escolhidos por Deus para a aliança de salvação. Por isso, Davi contribuiu “todas as suas forças” (v.2). Assim, nossa generosidade é resultado da consciência de que somos parte dele. Dentre todas as famílias da terra, Deus nos escolheu em seu eterno amor para fazermos parte dessa grande empreitada de salvação. Nada mais natural do que nos tornarmos cooperadores do Reino de Deus. E há muito a ser feito: há pessoas a serem evangelizadas, outras igrejas a serem plantadas, pessoas a serem assistidas, missionários a serem enviados. “Porque de Deus somos cooperadores; lavoura de Deus, edifício de Deus sois vós” (1Coríntios 3.9).

Além disso, Davi investiu generosamente porque amava a Deus (vv.3-5). Mas não só Davi! Todo povo se alegrou em contribuir voluntariamente (vv.6-9). Quem ama a Deus se alegra em contribuir com aquilo que engrandece o seu Nome. E o faz de forma voluntária, generosa e alegre. Contribuir é um privilégio, não um sacrifício. Não é um peso, mas uma glória. Nosso coração tem de se inclinar com júbilo para o Senhor ao contribuirmos porque é isso que o honra (2Coríntios 9.7).

Por fim, todo o povo adorou o Senhor e se regozijou em sua presença (vv.20-22). Contribuir voluntariamente com a vida e missão da igreja é um ato solene de adoração. Não é suborno ou negócio com Deus. Mas reconhecer que Ele é mais importante que o dinheiro. É a supremacia e primazia em nossa vida e coração daquele de quem tudo recebemos — Deus. Somos abençoados em todas as nossas necessidades — basta olhar para os que realmente passam necessidades para perceber. Por que não contribuir com alegria? “Honra ao SENHOR com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares” (Provérbios 3.9-10).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s