Não se turbe o vosso coração…

Jônatas da Cunha Ferreira

131006_boletim330 590

Coração atribulado é coisa comum. Todos sabem o que é uma inquietação na alma. Mesmo os cristãos mais consagrados sabem o que é sentir-se angustiado e encontram, neste mundo, um vale de lágrimas. Era um momento como esse que os discípulos estavam vivendo. Jesus estava se despedindo. Eles estavam inquietos e tristes por causa da iminente partida de Jesus. Envergonhados por causa do egoísmo demonstrado na mesa da ceia (Lc 22.24-27). Perplexos com a indicação de Judas como traidor: como pode o Messias ser alguém que vai ser traído?

Jesus os consola, dizendo-lhes: “Não se turbe o vosso coração” (Jo 14.1-3). Como podemos encontrar conforto nas tribulações, quando nosso coração está inquieto?

Primeiro, mantendo a confiança em Cristo. Ele disse: credes em Deus, crede também em mim (v.1). Jesus diz para os discípulos: Não fiquem inquietos nem ansiosos. Já que vocês confiam em Deus, continuem confiando em Mim. As crises vêm. Os problemas aparecem, mas Jesus diz: continuem confiando em mim! Virá solidão, a crise financeira, a doença, o luto, a dor, as lágrimas, os vales profundos, as noites escuras, mas continuem confiando em mim! A fé em Jesus é o único remédio para um coração turbado. Ela ri das impossibilidades e triunfa nas crises.

Segundo, lembrando que neste mundo somos apenas peregrinos, mas o céu é o nosso lar. Jesus continua: Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. (v.2). Diante das tribulações e inquietações, precisamos levantar a cabeça e olhar para a recompensa final. Na vida há sofrimento, dor, cruz, mas o fim desse caminho para aqueles que confiam em Cristo, é a glória da eternidade. Olhar para essa recompensa nos capacita a vencer as turbulências da vida.

Terceiro, sabendo que não estamos sozinhos, mas Jesus voltará para nos buscar. Ele ainda diz: E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também (v.3). Jesus voltará sem demora a fim de nos levar para a Casa do Pai. Que consolo é saber que o melhor está pela frente. Não caminhamos para um fim triste, mas para a glória.

Com essas palavras, Jesus consolou discípulos abatidos, tristes, inquietos. Eles foram revestidos com o poder do Espírito Santo, confiaram em Cristo e proclamaram seu nome. Viveram como peregrinos, ajuntaram tesouros no céu, preparados para a segunda vinda de Cristo.

E você ainda está com o coração cheio de temor? O que mais inquieta seu coração? Cristo jamais nos abandona, porque diz: Acaso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti. (Is 49.15)

Jônatas da Cunha Ferreira • iptubarao.wordpress.com
CC BY-NC-ND 3.0 • This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil License
Anúncios

Um comentário em “Não se turbe o vosso coração…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s