Restaura a nossa sorte

Hernandes Dias Lopes

O Salmo 126 descreve a vida do povo de Deus em três perspectivas: Passado (v. 1-3), Presente (v. 4) e Futuro (v. 5,6). Ao olharem para o passado, eles exultavam pelo livramento do exílio. Ao olharem para o presente, viam-se áridos como o deserto do Neguebe. Ao olharem para o futuro, sentiam-se desafiados a sair e semear, ainda que precisassem regar o solo duro com lágrimas, na certeza de que voltariam com júbilo trazendo seus feixes.

No versículo 4 vemos a necessidade da restauração da igreja. Os tempos passaram, mas as necessidades da igreja contemporânea são as mesmas do povo de Deus do longínquo passado. Cinco verdades devem ser observadas:

Em primeiro lugar, um passado de glória não é garantia de presente glorioso. O povo saiu do cativeiro e voltou para sua terra depois de 70 anos na Babilônia. Deus fez coisas portentosas e eles estavam alegres por isso. As nações testemunharam os grandes feitos de Deus. Mas, as vitórias do passado não serviam para viverem vitoriosamente no presente. Precisavam de restauração. Estavam áridos como um deserto. Não moramos no passado. Somos uma igreja histórica, mas não vivemos apenas da história. Precisamos andar com Deus hoje. As vitórias do passado são medidas mínimas do que Deus pode fazer em nossa vida hoje.

Em segundo lugar, a sequidão hoje não é motivo de desânimo, mas de clamor. Ao olharem para o presente e verem o deserto instalado na vida, não ficaram rendidos à nostalgia doentia, mas cobraram ânimo para clamarem a Deus por restauração. Deus fez coisas grandes por nossos pais no passado. Mas, hoje, o cenário parece cinzento. A crise mostra sua carranca. Em vez de ficarmos desalentados, devemos nos levantar e clamar: Ó Senhor, restaura a nossa sorte!

Em terceiro lugar, a restauração é uma obra soberana de Deus. O Salmista clamou: “Restaura, Senhor, a nossa sorte como as torrentes do Neguebe”. Não produzimos nossa própria restauração. O remédio para a igreja é o próprio Senhor. O reavivamento da igreja vem de Deus. Só ele pode restaurar nossa sorte. Só de Deus vem nossa cura. Só o Senhor pode levantar um exército poderoso de um vale de ossos secos. Correr atrás de novidades e abraçar doutrinas estranhas às Escrituras longe de trazer revitalização da igreja, a adoece e a debilita ainda mais. Deus é a fonte da nossa restauração.

Em quarto lugar, a restauração é resultado da oração. O Salmista clamou: “Restaura, Senhor, a nossa sorte”. O fervor espiritual da igreja vem de Deus por meio da oração. Em vez de lamentar, devemos dobrar nossos joelhos ao Senhor em profundo clamor: “Restaura, Senhor, a nossa sorte”. O reavivamento espiritual vem como resposta da oração. Quando nos curvamos diante de Deus, Ele nos levanta diante dos homens. Quando a igreja ora, o braço de Deus age em seu favor.

Em quinto lugar, a restauração é um milagre de Deus. O Salmista roga a Deus para fazer na vida do povo o mesmo que faz na natureza: “Restaura, Senhor, a nossa sorte como as torrentes no Neguebe”. O deserto do Neguebe é o maior deserto da Judéia, com montes e vales de areias escaldantes. Naquela sequidão estéril, um fenômeno acontece. De vez em quando, as chuvas invernais, abrem sulcos nas areias, e as torrentes correm dos montes para os vales e por onde essas torrentes passam tudo é restaurado. O Salmista pede para Deus fazer o mesmo na vida do seu povo. O deserto pode florescer, os vales áridos podem se tornar fontes de vida. A igreja pode ser restaurada!

Hernandes Dias Lopes • hernandesdiaslopes.com.br
CC BY-NC-ND 3.0 • This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil License
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s