A oração do Senhor #2

Jônatas da Cunha Ferreira

Nós já bem sabemos que “a oração é a mais elevada atividade da alma humana” (Lloyd-Jones), como vimos no último texto aqui publicado. A partir da conhecida “oração do Senhor” (Mateus 6.5-15) vemos como Jesus valorizou, ensinou e foi exemplo de comunhão com o Pai em oração. Ele nos mostrou o que é submeter-se à vontade do Pai e nos deixando princípios sobre a oração. Entre eles já vimos que a oração deve conter sinceridade e profundidade (6.5-8) e de que produz intimidade e temor a Deus (6.9-10).

Mas seu modelo não encerrou apenas estes dois princípios. Nele vemos também que a oração sincera vem de um coração onde habita a gratidão (6.11). A oração do Senhor se move do foco em Deus em primeiro lugar em direção às nossas necessidades. Jesus mostra a prioridade: um relacionamento profundo com Deus. Este é tão importante que precisa estar no centro de todas as atividades da vida, mesmo das mais corriqueiras e rotineiras como as refeições que tomamos diariamente. Isso significa que é mister alegrar-se em Deus na certeza de que tudo vem Dele e de que Ele se alegra em suprir cada uma das nossas necessidades. A oração sincera é sempre consciente de que Deus é quem cuida de cada detalhe da vida, desde o pão à mesa até a quantidade de fios de cabelo na cabeça.

Entretanto, nem sempre é fácil perceber como Deus faz isso quando se está suprido de tudo. E isso acaba por diminuir a gratidão verdadeira do coração, nos empurrando para uma vida indiferente a Deus. Por isso, a importância de levar ao Pai as nossas necessidades em oração – mesmo as que já estão hoje supridas. Isso nos ajudará na compreensão e assimilação de que tudo é dom de Deus para ser recebido com gratidão e alegria diante dele.

Além disso, Jesus mostra que a oração sincera tem lugar em um coração quebrantado: “Perdoa-nos as nossas dívidas”. (6.12). Ao ensinar-nos a confessar nossos pecados, Jesus revela o fato óbvio a qualquer observador atento ao coração e às intenções humanas: somos pecadores por natureza. Por isso, temos uma necessidade vital de perdão, sendo tão necessário para a alma como o pão é para o corpo. Precisamos de ambos no café da manhã para iniciar o dia com Deus. Todavia, quando nos acomodamos em nossos pecados, sem o reconhecimento da urgente necessidade de perdão, perdemos o apetite pelo conhecimento de Deus. Se ele nos ensina a pedir perdão é porque há algo a ser perdoado e corrigido.

Igualmente, a oração sincera e profunda conduz o crente na santificação: “E não nos deixes cair em tentação” (6.13). Mas, que tentação é essa? Jesus se refere primeiro à tentação que nasce em nosso próprio coração, fruto da cobiça (Tiago 1.14-15). O mal habita nosso coração que é sempre inclinado para desdenhar de Deus e aceder ao pecado. Outrossim, se refere a tentação do mundo e do diabo que são reais. Por isso, a oração sincera reconhece que não somos capazes de nos livrar sozinhos, mas que precisamos de Deus para nos ajudar a sermos melhores. A oração não impede ninguém de ser tentado,  mas coopera para ser aperfeiçoado na maturidade e na pureza de coração, mente e mãos, amando mais a Deus que as próprias paixões do coração.

Finalmente, na oração do Senhor, a vontade do Pai é feita, e nós somos transformados. Assim percebemos que orar não é algo sobre Deus fazer a minha vontade ou atender a meus desejos. Orar é submeter-se a Deus para que Ele faça em nós – e de nós – o que Ele quiser. No final de tudo, é sobre ser como o Pai, tornando-nos semelhantes a Jesus, para a Sua Glória e para nossa alegria.

Anúncios

2 comentários em “A oração do Senhor #2

  1. Neste momento estou muito feliz por ter entrado quase que “ao acaso” em meu blog e ser lembrada da oração do Senhor, dou graças e louvores à Deus neste momento em que entrei nessa página abençoada para meu dia de hoje, agradeço imensamente por esta alegria pois sei que foi Ele quem me conduziu até aqui.

    Agradeço pelo espaço e agradeço a Deus por todo o bem que tenho em minha vida, pela paz, pela abundância de saúde, fartura, amor e muita felicidade.

    Agradeço por este momento e desejo de coração que mais pessoas venham onde está a verdade das coisas do Pai, a tudo o que tenho agradeço e peço a Deus que me mantenha em segurança com tudo o que amo e tenho. Dou graças e parabéns pelas palavras que encontrei aqui nesta manhã de mais um dia abençoado.

    Que Deus continue abençoando e protegendo a todos nós.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s