Radicalmente comprometidos

Jônatas da Cunha Ferreira

A cultura moderna tem se caracterizado pela rejeição de compromissos que envolvam continuidade, fidelidade e permanência. O desenvolvimento vínculos profundos se tornou difícil. Essa mentalidade nos afeta. Imerso nessa cultura, o cristão não deseja um compromisso com Cristo que envolva permanência ou dedicação total. Exigências? Nem pensar! Quer apenas uma porção suficiente de Deus para lhe dar bênçãos e impedir de sofrer. Quer um Deus democrático e compreensivo que dê liberdade para fazer as escolhas e que não exija disciplina ou negação de si mesmo. Quer um Deus light. Isso pode ser a causa de uma igreja fria e sem vida, onde o amor se esfriou.

Contra isso, alerta um trecho do Apocalipse em uma carta endereçada às sete igrejas da Ásia (Ap 1.1-20). O primeiro trecho é dirigido à igreja da cidade de Éfeso (2.1-7) – cidade importante e rica da Ásia Menor onde Paulo visitou (At 18.19-21) e em sua terceira viagem missionária permaneceu por três anos (At 20.31). Dali se despediu de maneira emocionada por volta do ano 57 A.D. Por volta do ano 66 A.D., o apóstolo João esteve na cidade.

Esta carta foi redigida por ele na ilha de Patmos, pelo menos quarenta anos depois do nascimento daquela igreja. Outra geração havia surgido. Os filhos já não experimentavam o mesmo entusiasmo, espontaneidade e ardor que tiveram seus pais quando receberam o evangelho. Faltava à geração seguinte a devoção e o compromisso intensos com Cristo. A igreja havia abandonado seu primeiro amor (2.4).

A igreja de Éfeso é louvada por suas obras, pela sua labuta e perseverança. É louvada por sua resistência aos falsos mestres e pela lealdade à verdadeira doutrina (2.2-3). Mas é repreendida por terem se esfriado no amor: “Tenho, porém contra ti que abandonaste o teu primeiro amor” (2.4). Aqui somos desafiados a refletir sobre o compromisso com Cristo e renová-lo em devoção sincera, amor profundo e alegria transbordante.

Para isso, é preciso reconhecer o que toma o lugar de Cristo. Jesus se dirige a Igreja de Éfeso dizendo: “Lembra-te, pois, de onde caíste” (2.5). Ele encoraja os crentes da segunda geração em Éfeso a identificar o que estava tomando o seu lugar no coração daqueles crentes. Se eles abandonaram o primeiro amor é porque outra coisa tornou-se o objeto de suas maiores afeições. Por isso, a pergunta que temos diante de nós: o que rouba do seu coração o amor que deveria devotar a Cristo? O que toma o centro em seu coração e sua mente? Quais compromissos dirigem suas decisões?

Também é preciso buscar o arrependimento verdadeiro. Jesus continua, ao dirigir-se a igreja de Éfeso: “Arrepende-te” (2.5). Ele admoesta a não apenas identificar o que ocupa Seu lugar e rouba a vitalidade do amor, mas a experimentar a convicção do erro e uma mudança radical de opinião. Enfrentar a questão sem tentar dar desculpas. E isso requer contrição e confissão por perder a alegria em Deus – ainda que por um instante apenas.

Por último, é preciso cultivar um compromisso total com Cristo. Jesus conclui: “volta à prática das primeiras obras” (2.5). Ele encoraja os efésios a se comprometerem com o mesmo vigor e amor apaixonado que outrora tinham experimentado. Isso requer uma mudança radical de comportamento no compromisso, vendo Cristo como o supremo tesouro a ser alcançado e desfrutado. Requer ver Nele – e não apenas em suas bênçãos – a alegria que completa o coração.

Jesus nos chama a uma vida radicalmente comprometida com Ele em amor. Ele não quer apenas servos submissos, mas filhos e filhas apaixonados e comprometidos…

Anúncios

2 comentários em “Radicalmente comprometidos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s