Jesus, a porta das ovelhas

Elben M. Lenz César | Refeições Diárias com Jesus

“Entrem pelos portões do templo com ações de graças, entrem nos seus pátios com louvor”. (Salmo 100.4 NTLH)

Este é o terceiro dos sete “Eu sou” de Jesus: “Eu sou a porta das ovelhas (Jo 10.7).

Um muro muito alto e intransponível separa o ser humano absolutamente pecador do Deus absolutamente santo – da mesma forma que o véu espesso e tricolor fazia divisão entre o santuário e o lugar santíssimo. Todavia, quadno Jesus deu o último suspiro na cruz e inclinou a cabeça, surpreendentemente, o véu do templo se rasgou de cima para baixo (Lc 23.45). Jesus é a porta por meio da qual é possível passar “das trevas para a sua maravilhosa luz” (1Pe 2.9), da condenação para a salvação, do muindo dos mortos para o mundo dos vivos, do pecado para a graça, da culpa para o perdão.

Não há nenhuma outra passagem de um lado para o outro exceto a porta personificada em Jesus. É como Pedro declarou ao Sinédrio: “Não há salvação em nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos” (At 4.12).

A linguagem de Jesus é descisiva: “Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo” (Jo 10.9, NVI)

— Do lado de dentro da porta, devo acenar aos outros para que venham.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s