Linguagem e sofrimento

Cada Dia

“Acaso, pode a fonte jorrar do mesmo lugar o que é doce e o que é amargoso?” (Tg 3.11)

Tiago compara a língua ao fogo e ao veneno. Ambos são altamente destruidores. Uma pequena fagulha coloca em chamas toda uma selva. Uma pequena dose de veneno pode matar uma pessoa rapidamente.

A maledicência destrói e mata. A boataria espalha-se como um rastilho de pólvora e destrói como um incêndio que se espalha numa floresta. Um comentário doloso acerca de uma pessoa pode ser como um veneno mortal que provoca sofrimento e morte. A Bíblia diz que a nossa palavra deve ser verdadeira, boa para a edificação e deve também transmitir graça aos que ouvem.

A história está cheia de exemplos daqueles que usaram sua língua para destruir. Quase todos os dias nós topamos com os destroços provocados pela língua insensata. São famílias destruídas, amizades desfeitas, casamentos quebrados, igrejas divididas. A Bíblia diz que o pecado que mais aborrece a Deus é o pecado daqueles que semeiam contendas entre os irmãos (Pv 6. 16-19). Devemos ser construtores de pontes e não cavadores de abismos.

Ore — Querido Pai, preciso da tua ajuda para controlar minha língua. Tenho usado meu linguajar como uma arma de destruição em massa. Purifica, pois, meus lábios em nome de Jesus. Amém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s