A história do túmulo vazio

Cada Dia

“Porque, se fomos unidos com ele na semelhança da sua morte, certamente, o seremos também na semelhança da sua ressurreição”. (
Romanos 6.5
)

A cruz teria sido uma acachapante derrota sem a ressurreição. Jesus venceu a morte. Pela sua morte, ele matou a morte e o seu túmulo foi aberto de dentro para fora. Ele arrancou o aguilhão da morte, triunfou sobre ela abrindo para nós o luminoso caminho da imortalidade. Cristo morreu pelos nossos pecados, mas ressuscitou para a nossa justificação. Porque ele vive, a morte não tem mais a última palavra. Porque ele vive, nós também viveremos. Ele saiu do túmulo como primícias dos que dormem. Ele foi o primeiro da fila. Nós seguiremos suas pegadas.

Nosso destino não é mais o túmulo gélido, mas a glória excelsa. Não caminhamos para um ocaso cheio de sombras, mas para a manhã gloriosa da ressurreição. Nosso corpo arcado pelo peso dos anos, surrado pela doença, enrugado pelas angústias da vida não ficará inerte para sempre no pó. Quando a trombeta de Deus ressoar, levantaremos do pó e receberemos um corpo imortal, incorruptível, celestial, semelhante ao da glória de Cristo.

Ore — Senhor, a morte já não me assombra mais. Tenho a firme esperança que, em Cristo, serei ressuscitado para deleitar-me nas delícias eternas que tens reservado para mim. 
Em Jesus. Amém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s