Privilegio e Responsabilidade

Jônatas da Cunha Ferreira

O “grande filósofo” tio Ben do filme Homem-Aranha disse ao sobrinho empolgado com suas novas habilidades: “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”. O rapaz, no entanto, pensou apenas em ganhar dinheiro e aprendeu de forma dura esta lição ao descobrir que o assassino do tio era um bandido que poderia ter detido. Verdadeiramente, privilégios trazem consigo grandes responsabilidades.

Digo isso porque é verdade de Deus revelada pelo profeta Amós (3.1-15) que pregou em Israel nos dias de Jeroboão II. Tempo de relativa paz e prosperidade em Israel, mas de grande perversidade e idolatria na nação. Através dele, Deus denuncia os pecados de Israel e mostra que o privilégio que fora dado era negligenciado: “de todas as famílias da terra, somente a vós outros vos escolhi; portanto, eu vos punirei por todas as vossas iniquidades” (3.2). Por ter escolhido Israel como povo de propriedade exclusiva, o Senhor visitaria cada um de seus pecados. Fica claro que na mesma medida do privilégio de ser povo eleito, Israel tinha responsabilidades de fidelidade para com Deus.

É aquela história: àquele a quem muito foi dado, muito lhe será exigido (Lc 12.48). Quanto maior o privilégio, maiores serão as responsabilidades. A eleição é nosso grande privilégio. Deus nos escolheu para sermos seu povo, sua herança. Isso é precioso e único! Mas, com isso somos chamados à responsabilidades. Somos eleitos para comunhão com Ele, numa relação de exclusividade. Não podemos servir a dois senhores.

Esse quadro se desdobra na profecia de Amós em dois momentos. O primeiro deles é que temos de falar aos outros quando Deus falar conosco. Amós não era “profeta profissional”. Por isso, vindica seu direito de anunciar a palavra de Deus, usando figuras para mostrar que da mesma forma que uma causa não fica sem seu efeito, quando Deus fala com o homem, este não pode ficar calado (3.3-8). Trocando em miúdos, é nossa responsabilidade falar aos outros o que Deus tem falado conosco. Não é apenas tarefa do “profeta profissional”. Deus tem falado com você? Então conte aos outros o que ele tem dito. Somos eleitos, privilegiados pela graça de Deus, então por que retê-la? Não foi de graça que recebemos? De graça também devemos entregar.

O segundo momento é a clara afirmação de que Deus cobrará contas e disciplinará a negligência dos privilégios concedidos. É interessante que Ele chama duas nações vizinhas e ímpias para testemunhar os atos de violência, injustiça e abominações nos palácios de Israel (3.9). Ao fazer isso, Deus, em outras palavras, está dizendo aos israelitas: “Acordem! Vocês são piores do que aqueles que condenam”. Ele toca a ferida de Israel e diz: “portanto, eu vos punirei por todas as vossas iniquidades” (3.2). Quanto maior a medida da graça revelada, maior a disciplina para o que a desprezar. E não haverá quem possa escapar (3.12).

Às vezes nos enganamos pensando que Deus não fará nada diante de nossas negligências. Embora nos salve pela graça, Ele retribuirá segundo nossas obras (Mt 16.27; Rm 2.6). Deus não deixará passar em branco a falta de cuidado em administrar com fidelidade o que ele tem nos dado. Isso inclui dons, talentos, bens, trabalho, privilégios e a própria graça salvadora.

O que nos faz desviar o coração de Deus e negligenciar o privilégio que temos recebido? Podem ser coisas, pessoas, posições ou mesmo elogios. Muitas coisas tentam hoje e continuarão tentando roubar nosso coração da presença de Deus. Mas, para nossa disciplina, ele tocará nossas feridas para nos fazer perceber que “com grandes privilégios vêm grandes responsabilidades”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s